O LEÃO DA MONTANHA ATACA

Torcer contra os melhores é uma atitude normal do público.

Essa máxima não conta quando está em quadra Roger Federer.

Mesmo contra tenistas inferiores tècnicamente e abaixo dele no

ranking,  é curioso observar o carisma deste suiço da Basiléia.

Detentor de vários recordes e títulos, mesmo assim, nota-se o carinho do público para com Federer.

Com 18 Grand Slam, 26 Master 1000, 6 conquistas do Tour Finals,

que reúnem os 8 melhores do ano, é incansável a busca de Roger pela vitória. Na grama sagrada de Wimbledon ergueu o troféu por 7 vezes, sendo seu maior vencedor.

Considerado por muitos o maior de todos os tempos, é impossivel falar de Federer sem citar seus números.

Liderou o ranking das ATP por 302 semanas, pulverizando o recorde anterior   de 286 semanas que pertencia a Pete Sampras.

Os jogos Olímpicos também foram contemplados com seu brilho.

Foi medalha de ouro em Pequim/08 e prata em Londres/12.

Dado como acabado após sucessivas contusões, retornou em grande estilo em janeiro deste ano e conquistou o Aberto da Austrália, vencendo seu maior algoz, o espanhol Rafael Nadal.

Fãs confessos ou não, os amantes do tênis sabem que estão assistindo as últimas exibições deste gênio da bolinha amarela. Com certeza seus seguidores se pudessem, bradariam:

“Vida longa ao Rei”.

Por: Vitor Hugo Rodrigues

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *